Agora: Preferência Musical Com: Rafael Boller Agora: Preferência Musical Com: Rafael Boller

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Centro de Divulgação Ambiental realiza atendimento sensorial

Data da Noticia 18/10/2019

As mãos curiosas tocavam a maquete da Usina Hidrelétrica Itá e, desta forma, os visitantes com deficiência visual compreendiam sua dimensão e percebiam as estruturas necessárias para a geração de energia elétrica. Com a finalidade de conhecer mais sobre a história da Usina e atividades desempenhadas pelo Consórcio Itá em prol do meio ambiente, um grupo formado por 20 turistas, vindos das cidades de Curitiba (PR) e São Paulo (SP), realizaram uma visita sensorial ao Centro de Divulgação Ambiental – CDA do Consórcio Itá, no município de Itá (SC).

 

A experiência explorou o sentido do tato, audição e paladar dos visitantes. A UHE Itá foi apresentada através de uma maquete onde o grupo pode tatear e ouvir explicações sobre o funcionamento da mesma. Desta forma, com a ponta dos dedos, foi possível aos visitantes perceberem a formação do reservatório, o processo de geração de energia elétrica, assim como a construção da barragem e sua estrutura, com 880 metros de comprimento e 400 metros de base, além da casa de força e os vertedouros, entendendo o papel de cada um.

 

O Horto Botânico da Usina também esteve presente através da demonstração de mudas de árvores nativas, trazendo suas características, madeiras e frutos. Os visitantes conferiram as diferentes texturas, dimensões de suas folhas e degustaram os frutos. Foram utilizadas mudas de árvores frutíferas nativas da região como Pitangueira, Jabuticabeira e Cerejeira.

 

Esta foi a primeira vez que o CDA recebeu uma visita sensorial. Antes da recepção do grupo, os colaboradores participaram de uma reunião de alinhamento e se apropriaram da utilização da audiodescrição para fornecer uma experiência diferenciada, de acordo com as necessidades do grupo.

 

A responsável pelo grupo de visitantes, o projeto intitulado de "Ampliando Horizontes", Audmara Veronese avaliou a recepção e destacou a preparação dos colaboradores e do CDA para a realização de visitas sensoriais. “Foi um trabalho fenomenal! A audiodescrição ainda é novidade, mas tanto o CDA quanto seus colaboradores se apropriaram muito bem disso. Foi uma experiência além do que imaginávamos. Para a pessoa cega, a visão está na ponta dos dedos, utilizar o recurso do tato faz a percepção do visitante ser ainda é maior”, avalia Audmara.

 

  • Autor: Assessoria - Consórcio Itá
  • Imagens: Divulgação - Consórcio Itá

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens