Agora: Romance Com: Jacili Santos Agora: Romance Com: Jacili Santos

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Delegado da PF é suspeito de receber propina e de não investigar desvio de verbas de hospital.

Data da Noticia 06/09/2018
Operação aponta que servidor e um médico estariam envolvidos em esquema de corrupção no fornecimento de equipamentos médicos.

Em mais uma etapa da Operação Efeito Colateral, a Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF) cumpriram na manhã desta quarta-feira (5) seis mandados de busca e apreensão na região de Passo Fundo, no norte do Estado. Esta fase apura a conduta de um médico e de um delegado da própria PF – os nomes dos investigados ainda não foram divulgados porque o inquérito não foi concluído.

A investigação é sobre desvio de verbas superior a R$ 1,2 milhão do Hospital São Vicente de Paulo, em Passo Fundo, por meio de um esquema de corrupção no fornecimento de equipamentos hospitalares.  Segundo inquérito, o delegado federal é suspeito de deixar de investigar fato criminoso requisitado pelo MPF e também de ter recebido valores indevidos, possivelmente desviados da instituição hospitalar. O servidor ainda teria adquirido cotas sociais de uma empresa que atuava no ramo de importação, exportação, distribuição e comercialização de equipamentos hospitalares.

O delegado foi comunicado do fato nesta quarta-feira e está afastado das funções por 120 dias, tendo que entregar arma e distintivo. A PF ainda não repassou mais informações sobre o suposto envolvimento do médico no esquema. Os dois respondem por corrupção ativa e passiva, falsidade ideológica e associação criminosa.

  • Autor: gauchazh
  • Imagens: Divulgação

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens