Programação Automática Programação Automática

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Linha 4 Secção Dourado de Gaurama tem a primeira experiência de Constelação Familiar

Data da Noticia 16/08/2019
Entendimentos, emoção, lágrimas, carinho, resgate. A Constelação foi aprovada pelos participantes.

Longe de ser um ritual religioso, “a Constelação Familiar é uma técnica que permite o autoconhecimento. É o entendimento dos pontos fortes e fracos que cada um tem. É a possibilidade de conhecer melhor o nosso mundo e o mundo dos outros. É o respeito à tudo o que nos cerca. É uma técnica terapêutica simples, forte e sagrada. Trabalha a energia e a espiritualidade. É a possibilidade de cura da alma”, explica o terapeuta holístico, Eloir Griseli.

O Governo Municipal de Gaurama, oferece através do Sistema Único de Saúde (SUS) essa técnica que está transformando vidas no município. “Nosso governo preza pelo bem-estar da nossa população. Tanto eu, como o vice-prefeito Elias Seibt temos o entendimento de que investir na infraestrutura é importante, mas são as pessoas que devem usufruir de todas as melhorias e se sentirem bem e para isso, temos profissionais e oficinas que possibilitam a saúde física e mental dos nossos gauramenses ”, enfatiza o prefeito Leandro Márcio Puton.

A agenda do terapeuta contempla os moradores da cidade e do interior. A redutora de danos, Sandra Muller é uma das articuladoras das atividades e, na comunidade de Linha   4 Secção Dourado, foi a primeira experiência de Constelação Familiar de todos os participantes. “A curiosidade tomou conta das pessoas. É normal uma resistência inicial, pois é uma novidade, porém, o resultado final é surpreendente para todos os envolvidos”, afirma Sandra.

Primeiro foi feito o sorteio de quem seria constelado, depois o terapeuta vai conduzindo a atividade. “É uma encenação. As pessoas representam a vida do constelado. Seus antepassados, seus problemas e tudo vai se revelando, pois todos se envolvem na energia daquela família específica”, explica Eloir.

É essa energia que faz com que os participantes sintam emoções. Lágrimas, carinho, repulsa, tudo acontece ali, naquele momento e a pessoa que está sendo constelada, consegue interpretar todas as ações que acontecem e assim, passa a ter entendimentos necessários para a cura de problemas e situações que que geram inquietações.

A participante Terezinha May conta que a experiência lhe trouxe lembranças. “Fiquei muito emocionada. Me lembrei das perdas que tive, porém, ao final, me senti muito bem, livre”, diz.

“Num primeiro momento eu torcia para terminar, porém, fui revivendo a minha história. Me deixei levar por toda a emoção que já vivi. Fiquei arrasada, chorei muito, mas essas emoções, fizeram com que a angustia que eu estava sentindo, saísse de mim. Foi muito bom”,  relata Jacinta Herek.

Juscelino Oziembloski fala que a experiência foi muito boa. “A gente está encenando a vida familiar de outra pessoa, mas a gente vive a nossa realidade também. Eu consegui olhar para os problemas e resolvê-los. Gostei. Me fez muito bem”, afirma.

Sentir ansiedade, medo, fraqueza, sono, alegria, emoção, são alguns dos sentimentos que tomam conta da terapia. “Todo mundo é ajudado, seja quem participa, o constelado e eu, que sou terapeuta. Cada experiência de Constelação é única e traz a cura para todos nós”, finaliza Eloir Griseli.

  • Autor: Comunica Gaurama
  • Imagens: Comunica Gaurama

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens