Agora: Comunidade Chimarreando Com: Rafael Boller Agora: Comunidade Chimarreando Com: Rafael Boller

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Nem 7% dos cursos superiores do RS alcançam nota máxima no Enade

Data da Noticia 10/10/2018
Ufrgs, UFSM e Ulbra foram as instituições que tiveram maior destaque no Conceito Enade de 2017.

Menos de 10% dos cursos de graduação no RS conquistaram a nota máxima nos Indicadores de Qualidade da Educação Superior, calculados a partir do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2017, cujos resultados foram apresentados nesta terça-feira pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, vinculado ao Ministério da Educação (Inep/MEC).

No Conceito Enade, apenas 53 dos 770 cursos no Estado alcançaram a faixa 5; enquanto, no Indicador de Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD), foram 66 cursos.

Aplicado anualmente, desde 2004, o Enade é composto por questões divididas em Formação Geral e Componente Específico, visando mensurar as competências e habilidades obtidas pelos estudantes durante o Ensino Superior. Seguindo o Ciclo Avaliativo Trienal, foram avaliados, nas últimas edições do Enade, os cursos de bacharelado e licenciatura em Ciências Exatas, licenciaturas e áreas afins; e os cursos superiores de Tecnologia em Controle e Processos Industriais, Informação e Comunicação e Produção Industrial.

A partir dos resultados das provas, são calculados dois indicadores de qualidade, divididos em cinco níveis. O Conceito Enade é feito com base no desempenho dos estudantes, por meio de uma média ponderada das notas. Já o IDD considera a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), comparando-a com o desempenho do Enade para avaliar o valor agregado pelo aluno, desde seu ingresso no curso.

No Estado, as universidades federais do RS (Ufrgs) e de Santa Maria (UFSM); e ainda a particular Ulbra se destacaram no Conceito Enade, com 17, 6 e 5 cursos na faixa máxima, respectivamente. Já referente ao IDD, a Unisinos teve 6 cursos nesse nível; e o IFRS, a UCS e a URI, registraram 5. Em relação aos cursos, destacaram-se Engenharia de Controle e Automação, da Ufrgs (conceito 4,68); Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, do IFRS (4,92); e Tecnologia em Gestão da Produção Industrial, da Cnec Gravataí (4,99). Todos esses três ficaram com os melhores conceitos contínuos nacionais em suas áreas.

  • Autor: Correio do Povo
  • Imagens: Carla Ruas

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens