Agora: Violada Sertaneja Com: Ranieri Agora: Violada Sertaneja Com: Ranieri

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

NOTA DE APOIO E SOLIDARIEDADE DA COMUNIDADE FM

Data da Noticia 27/11/2019

A Associação Cultural Comunitária Viadutense, através de sua emissora, a Comunidade FM, tendo em vista a mobilização dos profissionais em educação pertencentes à Rede Pública Estadual, que, conforme decisão tomada em Assembleia Geral da categoria, decidiu paralisar as atividades face ao pacote de medidas enviadas à Assembleia Legislativa por parte do Governo do Estado, vem comunicar aos ouvintes e à população viadutense que deixa expresso seu apoio e solidariedade aos profissionais em educação, ante a ameaça de retirada de direitos conquistados com muita luta ao longo do tempo pela categoria.

Entendendo que a educação é uma área prioritária, merecendo atenção especial por parte dos órgãos públicos, que a retirada desses direitos compromete a educação pública e sinaliza para uma possível privatização da mesma, prejudicando frontalmente toda a comunidade escolar, especialmente os alunos e as famílias menos abastadas, a Associação Cultural Comunitária Viadutense espera que o governo se sensibilize ante a forte reação que  vem ocorrendo em todo o estado, em repúdio a esse pacote de medidas  e que chame os representantes do Cpers para que, juntos, construam os ajustes que porventura entenderem necessários no que tange as relações do governo com os educadores.

Todos sabemos que há quarenta e oito meses os servidores do estado, entre eles os profissionais da educação, vêm recebendo os seus salários atrasados e parcelados, e que há cinco anos os educadores não têm nenhuma reposição salarial, o que já representa um terço de perda de poder aquisitivo nos seus já parcos salários.

O Estado do Rio Grande do Sul, que é o quarto estado mais rico da federação, paradoxalmente é o penúltimo em termos de salários dos professores.

Desse modo, em consonância com tantas outras entidades, inclusive rádios comunitárias de todo o estado, nossa associação vem não apenas se solidarizar com a categoria dos educadores, particularmente com educadores estaduais de nosso município, mas também repudiar o inaceitável pacote de medidas do governador Eduardo Leite, que em sua campanha eleitoral dizia que iria tratar a educação como uma das prioridades.

  • Autor: Comunidade FM
  • Imagens: Imagem ilustrativa

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens