Agora: Expresso Bandas Com: Gerson Dickel Agora: Expresso Bandas Com: Gerson Dickel

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

NOVEMBRO LARANJA: ZUMBIDO NO OUVIDO CHAMA A ATENÇÃO PARA CUIDADOS COM A AUDIÇÃO

Data da Noticia 10/11/2017
Cerca de 19% dos brasileiros e 20% da população mundial apresentam o problema. Causas precisam ser investigadas para tratamento adequado

Você sabia que mais de 40 milhões de brasileiros convivem diariamente com o terrível incômodo do zumbido no ouvido? Devido à alta taxa de ocorrência, criou-se o Novembro Laranja. Inspirado pelo Outubro Rosa, o mês faz um alerta sobre prevenção e cuidados com a audição.

A doença prejudica intensamente a qualidade de vida de quem sofre com ela, provocando dores de cabeça e tonturas constantes.

Diversas são as causas do zumbido, por isso é fundamental o acompanhamento profissional para descobrir a causa específica de cada caso possibilitando a adoção do tratamento adequado.

O texto abaixo traz mais detalhes sobre o tema.

 

              NOVEMBRO LARANJA: ZUMBIDO NO OUVIDO CHAMA A ATENÇÃO PARA CUIDADOS COM A AUDIÇÃO

 

Cerca de 19% dos brasileiros e 20% da população mundial apresentam o problema. Causas precisam ser investigadas para tratamento adequado

 

Realizada durante o mês conhecido como Novembro Laranja, a Campanha Nacional de Alerta ao Zumbido chama a atenção da população para a importância de prevenção e cuidados com a audição. O zumbido no ouvido é um problema cada vez mais frequente na população e atinge as mais variadas faixas-etárias. Segundo a APIDIZ (Associação de Pesquisa Interdisciplinar e Divulgação do Zumbido), cerca de 40 milhões de brasileiros apresentam o problema, o equivalente a 19% da população. Em todo o mundo, o problema atinge 20% da população de acordo com a Associação Americana de Zumbido.

Também conhecido como tinido, o zumbido acontece quando o ouvido passa a emitir impulsos sonoros sem o estímulo de uma fonte externa. O sintoma pode ser associado a várias formas de perda auditiva e pode ser desencadeado por diferentes fatores. "As causas do zumbido vão desde problemas no sistema auditivo a alterações no metabolismo, além de problemas hormonais e cardiovasculares, neurológicos e psiquiátricos, odontológicos e alterações musculares. Por isso, o tratamento necessita de um acompanhamento, muitas vezes, multidisciplinar", explica a fonoaudióloga Andrea Abrahão, diretora técnica da Direito de Ouvir.

Segundo ela, para identificar a causa do problema, é preciso fazer uma avaliação do histórico do paciente e do sistema auditivo, o que deve ser realizado por um otorrinolaringologista. Pode-se ainda exigir a realização de exames laboratoriais para obter-se um diagnóstico mais acertado. "Por possuir diferentes causas, o tratamento adequado é feito a partir da avaliação de todo o perfil do paciente, variando do uso de aparelhos auditivos a terapia sonora", conclui.

Nem sempre o problema é 100% solucionado, porém os tratamentos amenizam o incômodo dos pacientes. Além do zumbido em si, o problema acarreta ainda dores de cabeça e tonturas.

 

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!
  • Autor: AtitudeCom
  • Imagens: Internet/Divulgação


Todas imagens