Agora: Comunidade Chimarreando Com: Rafael Boller Agora: Comunidade Chimarreando Com: Rafael Boller

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Premiado na Alemanha, novo pneu de soja garante vida útil de 140 mil km

Data da Noticia 07/05/2018
Composto à base de óleo de soja aumenta ainda atributos como resistência, elasticidade e aderência

Aliar sustentabilidade a desempenho não é tarefa simples, mas a façanha rendeu à multinacional Goodyear o Prêmio Internacional de Tecnologia de Pneus na categoria “Desempenho Ambiental” durante feira do setor realizada em Hannover, Alemanha.

Com dois modelos criados à base de óleo de soja, o Eagle Enforcer All Weather - primeiro do mercado desenvolvido para atender as exigências de uma perseguição policial - e o Assurance MaxLife, que oferece garantia de 140 mil quilômetros de rodagem, a maior da história da empresa e o dobro da média do segmento, a companhia atende às demandas da vida urbana com a exigência de preservação ambiental.

A tecnologia inédita de utilizar óleo de soja em lugar de petróleo na fabricação de pneus havia sido lançada em setembro do ano passado, nos Estados Unidos. A novidade, agora, foi aproveitar atributos como maior aderência e resistência a extremos de calor e frio, umidade e tempo seco, para fazer um pneu específico para o mercado de veículos policiais. O desenho da banda de rodagem é assimétrico e com multizonas para dar maior estabilidade nas curvas.

O interesse da Goodyear na fabricação do “pneu de soja” começou por questões de sustentabilidade, mas a pesquisa trouxe à tona um produto com qualidades superiores e altamente competitivo.

Nos experimentos apoiados financeiramente pela Conselho dos Produtores de Soja dos Estados Unidos (United Soybean Board), a Goodyear descobriu que o óleo de soja poderia melhorar o desempenho dos pneus em baixas temperaturas, ajudando a borracha a se manter flexível em climas frios e melhorando a tração em piso molhado e neve ao mesmo tempo. Além disso, o óleo de soja misturou-se mais facilmente com compostos de borracha e reduziu o consumo de energia, melhorando a eficiência na fabricação de pneus.

“A industrialização da tecnologia de óleo de soja demonstra que a pesquisa e desenvolvimento em materiais sustentáveis pode trazer benefícios não apenas ao meio ambiente, mas também ao desempenho dos pneus. Esse tipo de inovação será cada vez mais a norma, e não a exceção, na indústria de pneus do futuro”, disse Graham Heeps, presidente do júri da Tyre Technology Expo.

A busca de novos usos para as commodities agrícolas é estratégica para o setor devido aos consecutivos recordes de produção. Neste ano, a Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) projeta que serão utilizados 18,5 milhões de toneladas de soja para a produção de biodiesel no País, em função da o aumento de 8% para 10% na mistura com o derivado do petróleo.

Como os pneus atendem exigências próprias do clima no hemisfério Norte, a Goodyear informou que não há previsão de lançamento do produto no Brasil.

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!
  • Autor: AU Online
  • Imagens: Divulgação


Todas imagens