Agora: Raízes do Sul Com: Programação Automática Agora: Raízes do Sul Com: Programação Automática

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Professor apresenta modelo de “Graduação Ativa” da URI na UFRGS.

Data da Noticia 03/12/2019

O coordenador de Área das Engenharias e Ciência da Computação da URI, professor Cristiano Vitorino da Silva, participou, no dia 22 de novembro, em Porto Alegre, da reunião da comissão de graduação dos cursos de Engenharia da UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul). O encontro aconteceu na Escola de Engenharia daquela Universidade.

        O professor, também Conselheiro do CREA–RS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia),  apresentou as experiências da URI na elaboração do novo modelo “Graduação Ativa”, onde, a partir de 2020, novos e modernos conceitos de ensino serão aplicados nos currículos dos cursos de Engenharia da Universidade.

        Na ocasião, estavam presentes os coordenadores de diversos cursos de graduação da UFRGS e foi possível realizar um importante debate sobre as tendências do ensino de Engenharia no Brasil, balizadas pelas novas Diretrizes Curriculares Nacionais, atribuições do Conselho de Engenharia e Agronomia (Sistema CONFEA-CREA), bem como a curricularização da extensão nos cursos de Graduação do País, que precisam ser implementadas para atender a legislação em vigência. “Foi um momento muito oportuno para o debate, pois os desafios destes novos modelos são grandes e as experiências de diferentes instituições contribuem para a assertividade das ações a serem realizadas e o sucesso para os egressos destes cursos”, afirma Professor Cristiano.

        O professor Cristiano comenta, ainda, que o modelo que adotado para os novos currículos das Engenharias da URI, a partir de 2020, vem de uma construção conjunta de diferentes professores membros nos NDEs (Núcleos de Desenvolvimento) dos cursos envolvidos, bem como de um olhar para as tendências de mercado e o perfil dos novos ingressantes nas universidades, buscando-se atender às competências e habilidades que o egresso deverá adquirir para ter boa empregabilidade. “Com o mundo cada vez mais dinâmico, não podemos esperar que o modelo tradicional adotado há décadas pelas instituições de ensino possa ser capaz de contemplar na plenitude o que se deseja para formar um profissional capaz de atender as atuais demandas da sociedade. Temos de carregar as boas experiências já testadas e introduzir novos métodos e metodologias para se chegar a resultados diferentes. Ficar estagnado e não tomar nenhuma ação certamente resultara sempre no mesmo resultado. A URI, assim como outras importantes instituições de ensino superior do Estado, estão se movendo para este futuro inovador que nos espera”, afirma o Professor Cristiano.

 

  • Autor: Setor de Comunicação URI Erechim
  • Imagens: Setor de Comunicação URI Erechim

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens