Programação Automática Programação Automática

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

UFFS atende mais de 500 crianças e 100 educadores em programa de extensão

Data da Noticia 12/07/2019
Atividades desenvolvidas no município de Getúlio Vargas oportunizaram formação continuada para professores e atividades da Brinquedoteca para os pequenos.

Cerca de 500 crianças de 10 escolas do município de Getúlio Vargas participaram da Brinquedoteca Itinerante, ação promovida pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Erechim. As atividades foram articuladas como encerramento de um programa de extensão que, entre diversos projetos, ofertou formação continuada para 100 educadores do município. O programa também propiciou a visitação de professores e crianças das escolas à Brinquedoteca do campus universitário, em Erechim.

As atividades da Brinquedoteca Itinerante aconteceram entre os dias 10 e 14 de junho em um salão no Bairro Santo André. As crianças atendidas puderam brincar em espaços simbólicos como: mercado, ateliê da costura e da fantasia, casa, espaços com materiais não estruturados e com elementos da natureza, entre outros. Ainda teve jogos como futebol de botão e oficinas de tinta feita com espuma de barbear e massa de modelar comestível.

A acadêmica Milena Amabile Mortari, estudante do curso de Pedagogia e bolsista do programa de extensão, explica que as atividades “permitiram o estreitamento dos vínculos entre a UFFS e as escolas, dando retorno aos investimentos que são feitos tanto na Educação Infantil quanto no Ensino Superior”.

O programa de extensão foi coordenado pela professora Flávia Burdzinski de Souza entre maio de 2018 a março de 2019 e, atualmente, é coordenado pela professora Zoraia Aguiar Bittencourt. A Secretaria de Educação, Cultura e Desporto (SMECD) de Getúlio Vargas é apoiadora das ações.

A equipe da SMECD relatou a satisfação com as diversas iniciativas feitas pela equipe da UFFS. Em um relatório enviado à coordenação do projeto, a secretaria destaca que as atividades na Brinquedoteca se constituíram como “verdadeiros territórios brincantes, pensados realmente para as crianças” e em um “espaço atraente onde as crianças vivenciaram o brincar de forma espontânea”.

 

  • Autor: Ascom UFFS - Campus Erechim
  • Imagens: Divulgação

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!


Todas imagens