Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Cléo Dallagnol – Falando de Cultura!

Data da Noticia 08/07/2015
É com grade satisfação que me dirijo a vocês. Ter um espaço como este para escrever sobre cultura é importantíssimo, pois é um tema muito amplo, ainda mais no nosso país, que é tão rico em diversidade cultural.

Amigos leitores!

A grandiosidade do nosso país mostra que a Cultura tem várias faces e eu, como amante da Arte observei, nas minhas andanças pelo Brasil, o quanto somos ricos culturalmente.

Em minha viagem recente aos pampas, a convite da Rádio Comunidade, passei por 6 estados: Bahia, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul; e pude observar de perto as diferenças culturais. Neste primeiro momento, quero dividir com vocês um pouco sobre a vivência que tive ao chegar em Viadutos, numa semana muito importante para a cidade, pois comemorava-se seu aniversário e o segundo ano de atividades da rádio Comunidade FM.

Senti-me horada em ser convidada pela Rádio a participar das comemorações e foi muito gratificante poder atuar numa região onde o trabalho que desenvolvo não é tão conhecido.

A figura do palhaço sempre foi associada ao mundo do circo, porém não era reconhecida com Cultura/Arte, mas com o passar do tempo passou a ser pesquisada e ser até assunto para dissertação de Mestrado. Hoje podemos encontrar esta figura nas ruas, praças, escolas, empresas, asilos, hospitais; enfim, onde se abrir uma porta, o palhaço entra.

Um dos trabalhos que realizei na região é o projeto de humanização hospitalar que usa a figura do palhaço para amenizar e ajudar no tratamento dos pacientes internados.

Visitei hospitais em Viadutos, Gaurama e Marcelino Ramos. O que encontrei foram corações abertos para receber alegria.

Estudos comprovam que o riso é uma ferramenta de comunicação importante inata ao ser humano. Entre as suas diversas funções, está a de auxiliar a produção de células que previnem infecções e aumentar a produção de endorfinas, que diminuem a dor.

Na próxima matéria, comentarei mais sobre a Arte da palhaçaria e sua ação no ambiente hospitalar. Deixo para vocês uma frase de Patck Adams, inspirador de muitos projetos de humanização hospitalar, como os Doutores da Alegria, sob o comando do meu amigo Welligton  Nogueira.

 

“Comprimidos aliviam a dor, mas só o amor alivia o sofrimento .”  ― Filme :Patch Adams - O Amor é Contagioso  

Sobre a autora:

Cléo Dall´Agnol, professora, diretora e pesquisadora da arte da palhaçaria e comédia. Formada pela SITORNE-Salvador-BA, ampliou seus conhecimentos na área da Cultura no CCE, SESC e FIAC em Salvador. No Rio de Janeiro, participou do Encontro Internacional de Palhaços “Anjos do Picadeiro” e aprofundou seus conhecimentos com os maiores mestres nacionais e internacionais como Alexandre Luiz Casali e Ésio Magalhães –SP, Daniela Carmona –RS,  Nanny Cogorno e Chacovachi (Argentina),Leris Colombaiane (Itália),Hilary Chaplain (EUA) e Aziz Gual (México).



Todas imagens
  • Autor: Cléo Dallanol - Comunidade FM
  • Imagens: Arquivo pessoal

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!