Agora: Violada Sertaneja Com: Ranieri Agora: Violada Sertaneja Com: Ranieri

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Alerta da MetSul: RS com elevado perigo de enchentes, tempestades e grande ciclone

Data da Noticia 10/07/2023
Todos os modelos indicam chuva nesta semana de 100 mm a 200 mm numa extensa área entre a Metade Norte gaúcha e parte de Santa Catarina com acumulados em alguns pontos de 200 mm a 300 mm.

MetSul alerta que próximos dias são de risco crítico com temporais, chuva excessiva que levará a cheias de rios com enchentes e, por fim, um ciclone de grandes proporções que trará ainda mais chuva e vento muito forte com alto potencial de transtornos numa extensa área.

A semana que começa será crítica para o risco de tempo severo no Sul do Brasil, alerta a MetSul Meteorologia. Vários sistemas meteorológicos de grande escala vão atuar na região durante dias seguidos, gerando condições propícias para fenômenos severos com alto potencial de impacto para a população em condição que pode ser qualificada como particularmente perigosa. Os efeitos ainda devem ser sentidos no Centro-Oeste e no Sudeste do Brasil.

São três situações que preocupam neste período de instabilidade entre esta segunda-feira e a quinta: tempestades localmente fortes a severas, chuva excessiva seguida de enchentes e um ciclone extratropical que pode ser de grandes dimensões e intenso com vento muito forte. Trata-se de um cenário muito distinto do observado no final da última semana, quando se previa que um centro de baixa pressão cruzaria o estado com chuva volumosa – e caíram até 130 mm em algumas localidades – sem causar ventania forte, como, de fato, não houve. Desta vez, a preocupação não se resume à chuva, mas é grande também sobre o potencial de vento intenso e de tempestades.

Tampouco o cenário desta semana tem equivalência com o do ciclone do mês de junho.

Será capaz de trazer significativos impactos em infraestrutura e para a população, mas as condições sinóticas diferem bastante. Em junho, uma baixa pressão que migrou da costa do Sudeste do Brasil para o Sul avançou do mar para o continente rumo à orla do Litoral Norte gaúcha, onde permaneceu por muitas horas. Agora, baixa pressão avançará do Norte da Argentina para o Rio Grande do Sul e Santa Catarina, com significativo aprofundamento ainda sobre o continente, onde deve se dar o começo de uma ciclogênese antes de o ciclone se intensificar muito sobre o oceano na costa.

Os próximos dias exigem enorme atenção do público para que se mantenha informado das últimas atualizações de prognóstico por parte da Meteorologia assim como das orientações das autoridades em áreas de risco. Enfatizamos que esta não é uma situação comum ou ordinária de mau tempo, mas de muito elevado risco e perigo meteorológico.

A seguir, detalhadamente, a MetSul analisará o quadro desta semana com a previsão e alertas dos principais fenômenos envolvidos. Como se trata de um boletim de domingo e o período de instabilidade vai até quinta-feira, antecipamos que nos próximos dias serão feitos ajustes nos prognósticos que podem afetar projeções de chuva e vento. 

RISCO DE TEMPORAIS 

O Sul do Brasil terá condições favoráveis à formação de temporais isolados por quatro dias seguidos com possibilidade de chuva localmente forte, raios, queda de granizo e rajadas de vento forte isoladas. O período favorável a tempo severo isolado vai entre esta segunda e a quinta. Inicialmente, áreas de instabilidade avançam do Paraná para Santa Catarina e a Metade Norte do Rio Grande do Sul nesta segunda como uma frente quente. As mesmas regiões seguem sob a influência do sistema que passa a semi-estacionário sobre Santa Catarina, o Noroeste e Norte gaúcho na terça, intensificando-se.

Na quarta, com o aprofundamento de uma área de baixa pressão sobre o Sul do país, a instabilidade será mais generalizada sobre o Rio Grande do Sul e atinge ainda o Oeste do Paraná e o Oeste e Meio-Oeste catarinense. 

Na quinta, uma frente fria associada a um ciclone avança por Santa Catarina, o Paraná e o Mato Grosso do Sul no sentido Leste com chuva e temporais isolados.

O sistema frontal entre o Norte do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, antes da formação do ciclone, vai estar dividindo ar mais frio ao Sul e quente ao Norte, condição que favorecerá não apenas chuva forte, mas também temporais isolados.

Não bastasse, haverá ainda uma forte corrente de jato (vento) em baixos níveis da atmosfera, originada na Bolívia, transportando ar quente de origem tropical para o Sul do Brasil e intensificando a instabilidade, o que agrava o risco de temporais.

Chuva excessiva e enchentes

A MetSul Meteorologia alerta ainda para a probabilidade de chuva volumosa a excessiva em parte do Sul do Brasil nesta semana. Os acumulados somente desta semana devem ficar entre 100 mm e 200 mm em muitas cidades com possibilidade de marcas superiores a 200 mm ou 250 mm em alguns pontos.

Os mapas a seguir ilustram o cenário de chuva previsto para o período de maior instabilidade. São as projeções de chuva dia a dia do modelo meteorológico europeu em que se observa a tendência de entre esta segunda e terça chover mais sobre Santa Catarina, o Noroeste e o Norte do Rio Grande do Sul. Entre quarta e quinta, com um ciclogênese (formação de um ciclone) sobre o continente, no Sul do Brasil, a chuva se intensifica muito.

Todos os modelos indicam chuva nesta semana de 100 mm a 200 mm numa extensa área entre a Metade Norte gaúcha e parte de Santa Catarina com acumulados em alguns pontos de 200 mm a 300 mm. Pontos de outras regiões, contudo, podem ter chuva volumosa, sobretudo entre quarta e quinta com a instabilidade mais ampla pela formação do ciclone.

A reprodução em parte dos conteúdos da MetSul é autorizada desde que citada a fonte e publicado o hyperlink para o original https://metsul.com/semana-de-elevado-perigo-tera-enchentes-tempestades-e-grande-ciclone/ .

 

Imagem de <a href="https://br.freepik.com/fotos-gratis/textura-aspera-da-superficie-metalica_13859952.htm#query=tempestades&position=13&from_view=search&track=sph">Freepik</a>



Todas imagens
  • Autor: Metsul - ESTAEL SIAS
  • Imagens: br.freepik.com

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!