Agora: Preferência Musical Com: Rafael Boller Agora: Preferência Musical Com: Rafael Boller

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Apresentação de rótulos e embalagens com identidade territorial para agroindústrias de mandioca e derivados de cana-de-açúcar do Alto Uruguai Gaúcho

Data da Noticia 01/06/2021

Em 27 de maio de 2021, foram apresentados aos representantes das agroindústrias familiares do Alto Uruguai os resultados do “Projeto de Desenvolvimento de embalagens com identidade territorial para agroindústrias de mandioca e derivados de cana-de-açúcar do Alto Uruguai gaúcho” executado no período de setembro de 2020 a março de 2021 em parceria com a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural), CAPA (Centro de Apoio e Promoção da Agroecologia) e Secretaria de Agricultura de Erechim. Estiveram presentes no ambiente virtual, os proprietários das agroindústrias KL Alimentos, Robaert e LK Sabor do Sul (Marcelino Ramos), Pauletto (São Valentim), Líbero e Schmidt (Aratiba), Sadi Chittó (Erval Grande) e Don Polski (Carlos Gomes); as equipes municipais da EMATER/RS de Marcelino Ramos, São Valentim, Aratiba, Carlos Gomes, Erval Grande, UCP Erechim (Cooperativismo), e do regional Erechim; o representante do CAPA, Victor Hugo Hollas, o representante da Secretaria de Agricultura de Erechim, Tobias Biasi, as professoras do IFRS Campus Erechim, Andréia Mesacasa e Valéria Borszcz; e a bolsista do projeto, Kelen Rosset.

O projeto teve como objetivo gerar alternativas de rótulos e embalagens com identidade territorial para agroindústrias de mandioca e derivados de cana-de-açúcar do Alto Uruguai gaúcho. Participaram da iniciativa oito agroindústrias. Para o desenvolvimento dos rótulos e embalagens foi adaptado o Modelo de Processo de Design DIM – Design Inova Moda, resultando no Modelo de Processo DIEmb (Design Inova Embalagem), composto pelas fases Planejar, Investigar, Analisar, Projetar e Testar. Assim, foram traçadas estratégias de inovação nos níveis forma e modo de uso dos produtos, sendo estas cruzadas com tendências em design de embalagens e elementos da identidade territorial. Como identidade territorial destacam-se as etnias presentes no histórico familiar das agroindústrias participantes, sendo elas a italiana, a alemã e a polonesa.

Ao final, foram desenvolvidos rótulos, embalagens, e novas propostas para as logomarcas das agroindústrias que serão entregues em formato digital para utilização futura. Para a professora Andréia Mesacasa, a participação dos representantes das agroindústrias na socialização dos rótulos e embalagens foi de fundamental relevância, uma vez que o feedback positivo do projeto foi imediato, o que ficou evidente nos depoimentos compartilhados. Como resultado, destaca-se o papel da instituição de ensino mediante a solução de demandas oriundas da comunidade, agregando valor aos produtos comercializados e potencializando a presença das agroindústrias na região. Na imagem a seguir estão dispostos os rótulos e embalagens desenvolvidos.



Todas imagens
  • Autor: Site IFRS
  • Imagens: Site IFRS

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!