Agora: Expresso Bandas Com: Agora: Expresso Bandas Com:

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Brigada Militar flagra carreta com mais de R$6 milhões em tetracaína

Data da Noticia 16/04/2024

Na tarde desta segunda-feira (15), uma carreta foi flagrada pelo Batalhão Fazendário da Brigada Militar, em Marcelino Ramos, com uma grande quantidade de uma droga chamada tetracaína, um tipo de anestésico que seria utilizado no refino da cocaína.

O material estava em uma carreta Scania/113, escondido embaixo de uma carga de 30 toneladas de arroz, sendo identificado posteriormente. De imediato a PRF foi acionada e prestou apoio. A carreta tem placas da fronteira do Rio Grande do Sul e levaria a carga de tetracaína para São Paulo. Dois homens foram presos na ação.

Cerca de quatro equipes do 3°Batalhão de Polícia de Choque foram acionadas para comparecer em Marcelino Ramos e prestar apoio na escolta da carga até a Polícia Federal de Passo Fundo. Após diligências e constatações, a carga foi avaliada em mais de 6 milhões de reais.

Os dois caminhoneiros (motorista e copiloto) são de São Borja e estão detidos na Delegacia de Polícia Federal de Passo Fundo.

A carga de arroz, a carrete e a drago foi apreendida.

O Repórter Policial João Victor Lopes acompanhou os desdobramentos em Passo Fundo.

Tetracaína: é um potente anestésico local, utilizado topicamente em oftalmologia e em raquianestesia.

A substância está ganhando destaque no cenário das drogas devido à sua potência superior à da lidocaína, um aditivo tradicionalmente usado na mistura com a cocaína. No entanto, seu uso pode ser extremamente perigoso, pois pode levar à intoxicação e até mesmo à morte, dependendo da quantidade consumida. Traficantes estão utilizando esse produto para aumentar o volume da cocaína, o que aumenta os riscos associados ao seu consumo.

 

Créditos: Repórter Policial João Victor Lopes/Rádio Uirapuru

Todas imagens
  • Autor:
  • Imagens:

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!