Programação Automática Programação Automática

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

CREDENOR realiza Plenária do Plano de Desenvolvimento Regional e da Consulta Popular

Data da Noticia 26/07/2022
Presidente do Corede Norte, Paulo Roberto Giollo, conduziu o encontro Coordenadora da Consulta Popular, Bruna Bloss, apresentou a programação para este ano

Lideranças dos 32 municípios que fazem parte do Conselho Regional de Desenvolvimento do Norte do Estado (CREDENOR), participaram nesta segunda-feira, 25, no Auditório da URI, do encontro que tratou do Plano de Desenvolvimento Regional e da Consulta Popular deste ano. 

A assembleia, conduzida pelo Presidente do CREDENOR, Paulo Roberto Giollo, contou com a presença da Coordenadora da Consulta Popular do Estado, Bruna Bloss, que apresentou a programação da Consulta para este ano, que vai destinar R$ 55 milhões a serem incluídos no Orçamento do Estado para o ano que vem. A região do Corede Norte vai ser contemplada com R$ 1 milhão e 571 mil, um valor superior à Consulta de 2021. A votação para a Consulta Popular, informou ela, vai ocorrer entre os dias 14 a 23 de novembro. 

A assembleia também discutiu o Plano Estratégico de Desenvolvimento Regional que vai precisar ser atualizado. O tema foi exposto pelos professores Vanderlei Decian e Julio Cezar Brancher, que detalharam o que foi ou não realizado nas metas traçadas em 2015 e a necessidade de atualização e inclusão de novas metas até 2030. Essas decisões são importantes para orientações para futuros investimentos de acordo com a identificação econômica de cada microrregião. 

Segundo o presidente do CREDENOR, Paulo Roberto Giollo, também Diretor-Geral da URI Erechim, “o Plano Estratégico Regional já proporcionou avanços importantes para o nosso desenvolvimento, sendo este fundamental para o balizamento dos investimentos em nossa região. O momento, agora, é de pensar propostas que contribuam e orientem as ações a serem desenvolvidas, mas sempre com o foco na região”, frisou Giollo.

O passo seguinte, agora, é realizar os encontros microrregionais, onde as lideranças poderão sugerir alternativas que possam trazer o desenvolvimento das comunidades.



Todas imagens
  • Autor: Ass. URI
  • Imagens: Divulgação URI

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!