Agora: Disparada Com: Maicon Oliveira Agora: Disparada Com: Maicon Oliveira

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Dois dedos de Etimologia em tempos de crise

Data da Noticia 31/03/2020
A compreensão equivocada do termo Apocalipse

De fato, 2020 tem sido conturbado: tensões internacionais, adversidades climáticas e uma pandemia global já no primeiro trimestre. Em tempos difíceis, é inevitável que o uso do termo Apocalipse (e seus derivados) se torne mais corrente entre nós, quase sempre associado a cenários de caos, destruição e morte. Ocorre que o título do livro é tomado pelo conteúdo.

Apocalipse é o último livro da Bíblia (não o último a ser escrito) e sua produção data do primeiro século. Escrito em linguagem profética, traz previsões para os últimos tempos do mundo como o conhecemos. O livro aponta, com prevalência de metáforas, uma sequência de desequilíbrios naturais, conflitos, perseguições e alterações na forma de governo; o intervalo de tempo em que isso ocorreria divide teólogos. 

Daí surge o uso equivocado da palavra. É preciso compreender que as escrituras originais foram lavradas em hebraico (Antigo Testamento) e grego (Novo Testamento); o que, aliás, representa um gigantesco desafio para tradutores. A palavra Apocalipse vem da junção da preposição grega Apó, que significa afastar ou enviar para longe; e o verbo Kalýpto, que significa cobrir, encobrir, ocultar. Logo, Apocalipse remete ao ato de desencobrir ou revelar algo. Conclui-se, então, que a palavra usada para nomear a obra não possui relação alguma com os acontecimentos nela descritos, e sim com o próprio ato de escritura. É a síntese do propósito, não do conteúdo. 

Já que falamos em revelação, convido-te a estudar etimologia. A origem da palavra nos ajuda a compreender com maior clareza o que ela faz significar, na essência. Leia sem moderação.

 

Gerson Dickel, nascido em 21/01/1999, em Viadutos, é graduado em Letras - Português e Espanhol, pela FAEL. Trabalha desde 2014 na Comunidade FM, onde atua como locutor, produtor, repórter e redator.

 



Todas imagens
  • Autor: Gerson Dickel
  • Imagens: Ilustrativa

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!