Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Emater: 34 anos de atuação em Viadutos

Data da Noticia 18/06/2015
Empresa presta serviços na área de assistência técnica e extensão rural.

Há 34 anos trabalhando em prol da agricultura viadutense, a unidade local da Ematerrealiza trabalhos de suma importância para a manutenção e aprimoramento da atividade agrícola, nas áreas de assistência técnica e extensão rural. A referida instituição, ao contrário do que geralmente se pensa, não é um órgão governamental; trata-se de empresa privada que presta serviços à União.

A Emater atua em todo o território nacional, recebendo nome específico para cada estado (ASCAR, no RS). Em terras gaúchas, são 60 anos de atividade. É função da mesma, levar a tecnologia ao campo e adequá-la às condições locais, instruindo o produtor de modo a produzir mais e melhor. Além da lucratividade, se busca melhores condições de saúde e sustentabilidade (Agroecologia).

Nos últimos anos, alguns segmentos da atividade rural têm recebido atenção especial e produzindo bons resultados. É o caso da produção de biodiesel a partir de culturas como o triticale, batata doce e sorgo; com baixo custo de processamento. Outro exemplo é a psicultura, através da construção e recuperação de açudes e tanques. Segundo funcionários da Emater, a produção de pescado, que em nosso município totalizava cerca de 5 toneladas, hoje chega a aproximadamente 22. Além destas, a fruticultura, a irrigação e a construção de cisternas merecem destaque.

É preocupação corrente dos funcionários, a divulgação e adesão às demandas governamentais, bem como a realização de chamadas públicas. A empresa trabalha visando também o fortalecimento de pequenos produtores, frequentemente excluídos das redes de produção e comercialização. Entende-se que a agricultura de subsistência, com venda do excedente, tem papel fundamental na produção de alimentos e, portanto, precisa ser mantida.

Em cada época do ano, o foco de trabalho altera-se. Agora, com a chegada do frio à nossa região, os maiores esforços concentram-se na conservação do solo e no financiamento e acompanhamento das culturas de inverno.

 



Todas imagens
  • Autor: Gerson Dickel/Comunidade FM
  • Imagens: Emater/Ascar-Viadutos

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!