Agora: Top 30 Nejo Com: Felipe Kaplan Agora: Top 30 Nejo Com: Felipe Kaplan

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Impunidade dificulta o trabalho da polícia e gera indignação em Viadutos.

Data da Noticia 05/10/2017
Criminosos presos em flagrante diversas vezes seguem em liberdade.

A crescente onda de furtos registrada em Viadutos preocupa a população e agentes da segurança pública. Mais preocupante é a impunidade e a sensação de insegurança diante da branda legislação criminal.

Os autores dos furtos já foram identificados e presos em flagrante diversas vezes. No entanto, encaminhados à autoridade policial competente regional, são liberados em seguida, sob a justificativa de pouca relevância dos crimes e com amparo da legislação. Tal situação gera descontentamento em parte da população que, por desinformação, atribui à polícia local a responsabilidade pela impunidade. A detenção ou não dos acusados não depende da polícia local, que combate o crime nas ruas e já prendeu os meliantes em várias situações; a pena é determinada em instância superior, mediante a legislação vigente.

No último fim de semana, a Brigada Militar prendeu novamente em flagrante um dos autores dos furtos e o encaminhou à Delegacia de Polícia em Erechim. No entanto, logo em seguida, foi liberado pelas autoridades competentes.

De acordo com a administração municipal, a questão está sendo discutida com as autoridades regionais e se busca soluções imediatas para o problema da criminalidade; porém, até o momento, esbarra-se na legislação. O prefeito municipal, Claiton dos Santos Brum, orienta a população a registrar ocorrência em qualquer situação de furto, para que a real dimensão do problema seja conhecida.

Vale ressaltar também que a receptação de produtos furtados é crime passível de prisão, de acordo com o Artigo 180 do Código Penal.



Todas imagens
  • Autor: Gerson Dickel / Comunidade FM
  • Imagens: Ilustrativa

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!