Agora: Ritmos Com: Lis Oliveira Agora: Ritmos Com: Lis Oliveira

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

No dia nacional de mobilização, Frente Brasil Popular Alto Uruguai mantém ato para defender a aposentadoria no dia de hoje

Data da Noticia 19/02/2018

A Frente Brasil Popular, do Alto Uruguai, mantém ato para defender a aposentadoria, hoje (19), apesar da chuva, bem-vinda. Para o dia de hoje (19), estão articuladas mobilizações e ações em todo país, incluindo Erechim, para barrar a aprovação da reforma da Previdência.

 

A concentração para a mobilização será ao lado da Feira do Produtor, em Erechim, onde está marcado ato a partir das 10h00min, possivelmente em frente à agência do INSS, que fica próximo ao local da concentração.

 

O projeto da reforma da Previdência, como foi apresentado, demandaria do trabalhador o mínimo de 25 anos de contribuição para acessar a aposentadoria por idade. A aposentadoria por tempo de contribuição, ao seu turno, demandaria 40 anos de contribuição, além da idade mínima de 65 anos para ambos os sexos. Na prática, muitos trabalhadores efetivamente contribuirão por um longo período sem que tenham qualquer retorno quando tiverem a sua capacidade de trabalho reduzida por conta da idade.

 

Após 15 meses de discussões e pelo menos 10 adiamentos, o prazo-limite imposto pelo governo golpista de Michel Temer para aprovar a reforma é fevereiro. O projeto defendido pelos grandes empresários e meios de comunicação parecia ter apoio sólido dos deputados, mas em ano eleitoral e depois de enfrentar duas denúncias oferecidas pelo Ministério Público Federal, dificilmente serão alcançados os 308 votos necessários para sua aprovação.  A contrariedade da opinião pública, onde somente 26% dos brasileiros são a favor da reforma tem sido determinante para atrasos na votação. 

 

19 de fevereiro seria o dia no qual a pauta retornaria ao Congresso, mas devido às pressões populares, existem possibilidades de a votação ser adiada mais uma vez. No Rio Grande do Sul, ocorrerão atos na capital e em dezenas de municípios pelo interior. Um dos municípios é Erechim, onde as manifestações serão marcadas pela instalação de um acampamento no dia 19, a partir das 9h em frente à Agencia do INSS, com debates e diversas ações de diálogo com a sociedade sobre os riscos que essa reforma oferece. 



Todas imagens
  • Autor: Frente Brasil Popular-AU
  • Imagens: ASSCOM/ SUTRAF-AU

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!