Agora: Disparada Com: Maicon Oliveira Agora: Disparada Com: Maicon Oliveira

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

O Brasil e as microrregiões linguísticas

Data da Noticia 19/05/2015
A riqueza cultural na boca do povo

Tema corriqueiro de piadas, geralmente preconceituosas, a diversidade linguística de nosso país vem sendo reprimida pela homogeneização proposta e imposta (especialmente pela mídia), o que fere a identidade histórico-cultural da população. O falar não expressa unicamente contexto e origem do indivíduo, mas também revela sua formação e ideologia; é a história de vida gravada em palavras.

O constante esforço desprendido pela indústria da propaganda e do entretenimento, que sugere a padronização da língua como ferramenta de status, leva as novas gerações a fugir das peculiaridades dialéticas, que se fazem presentes já nas primeiras sílabas proferidas pelo indivíduo. Antes disso, seria recomendável valorizar e incentivar a preservação de tais características verbais, como patrimônio cultural de determinado povo.

O território brasileiro, pela grande extensão e, principalmente, pelas consecutivas e distintas levas de imigrantes colonizadores; apresenta hoje um incontável acervo de microrregiões linguísticas. As diferenças, sutis ou acentuadas, podem ser constatadas não apenas entre regiões geográficas; mas também entre estados de uma mesma região, regiões de um mesmo estado ou comunidades de um mesmo município.

Percebe-se que o fato de imigrantes de mesma origem se instalarem em massa num determinado local, aliado à diferente adaptação de cada etnia à língua portuguesa, contribuiu para a preservação de sotaques e expressões; presentes até os dias atuais, especialmente no meio rural. Apesar da padronização anteriormente citada, tais características resistem, passando de pai para filho.

Mesmo morando num mesmo país e servindo-se do mesmo idioma, pouco há de semelhante entre o falar de um gaúcho e um mineiro, ou de um paulista e um cearense. Isso de forma alguma é problema; antes, uma riqueza inumerável, que deve ser promovida e não soterrada.



Todas imagens
  • Autor: Gerson Dickel/Comunidade FM
  • Imagens: Internet

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!