Agora: Expresso Bandas Com: Rosana Dallagnol Agora: Expresso Bandas Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Operação Leite Compensado: MP denuncia 16 pessoas por adulteração do produto no Norte gaúcho

Data da Noticia 22/05/2015
MP encontrou leite azedo, com água, soda cáustica e bicarbonato de sódio em cidades próximas a Erechim

Praticamente uma semana depois de realizar a 8ª etapa da Operação Leite Compensado, o Ministério Público (MP) denunciou nesta sexta-feira (22) 16 pessoas por distribuir no Norte gaúcho, próximo a Erechim, produto azedo ou contaminado com soda cáustica e bicarbonato de sódio. Todos respondem pelos crimes de adulteração de produto alimentício e organização criminosa. Alguns também foram apontados por lavagem de dinheiro.

O promotor criminal Mauro Rockenbach diz que os denunciados são as seis pessoas presas semana passada, outras duas que foram enquadradas em medida cautelar (respondem em liberdade) e mais outras que foram incluídas durante a continuidade das investigações nesta semana. De terça-feira até ontem, foram ouvidos mais de 15 pessoas entre investigados e testemunhas.

Investigados

Todos os presos foram denunciados: o transportador Odair Melati, o presidente da Coopasul, Ariel Paulo Narzetti, os motoristas Vilmar Bonfante, Franciel José Lazari e Ezequiel Ivan Sakrczewski, além do chefe do laboratório da Coopasul, Douglas Bonfante. Os que respondem em liberdade por meio de cautelar e também denunciados são, a mulher do transportador, Delair Melati, e a produtora de leite Lídia Bucior Poganski. O contador, Hélio Marengo, indicado inicialmente por alterar o imposto de renda da produtora e que estava respondendo por isso através de cautelar, teve o caso arquivado e não foi denunciado. As outras oito pessoas denunciadas ao longo da investigação são ligados à transportadora e à cooperativa.

Indústrias

Em nota, quase todas as indústrias negaram que o leite adulterado no norte gaúcho tenha sido repassado para os consumidores. A Promotoria de Defesa do Consumidor e o Ministério da Agricultura estão mantendo contato com todas as indústrias para saber o que foi feito com o leite azedo e com substâncias que prejudicam a saúde do ser humano. Desta vez, não foi encontrada substância cancerígena, mas o MP vai apurar já que na casa do transportador Odair foi apreendida ureia.

 



Todas imagens
  • Autor: Rádio Gaúcha
  • Imagens: Cid Martins

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!