Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Urbanização e paisagismo verde

Data da Noticia 07/05/2015
O progresso em detrimento do bem estar

No acelerado processo de urbanização que dita os rumos de nossa sociedade, o ser humano perde, progressivamente, o contato com elementos naturais do espaço; produzindo assim ambientes práticos e utilitários, mas excessivamente artificiais. A complexidade da tendência sobre a qual opino, de certo, é proporcional ao tamanho dos centros.

Nas metrópoles, a doutrina capitalista do lucro a qualquer custo, associada à supervalorização de áreas comercialmente favoráveis, causou a quase total erradicação das áreas verdes. Hoje, a arborização nesses locais fica restrita a eventuais parques, insignificantes diante das obras humanas. Pode-se dizer que a destruição dos “pulmões fotossintetizantes” resulta na destruição de outros milhões, os humanos; constantemente expostos à poluição.

Felizmente, para quem deseja inspirar bons ares, as pequenas cidades ainda preservam certos aspectos bucólicos; garantindo à população destas, além de melhores condições de bem estar e saúde, a convivência em espaços esteticamente superiores. Em locais de baixa densidade populacional, as árvores estão em toda parte: praças, canteiros de avenidas, terrenos residenciais e outros locais, o que é raro em cidades maiores.

Resumindo, vai-se aos grandes centros para fazer compras; e aos pequenos, eventualmente, para respirar livremente.



Todas imagens
  • Autor: Gerson Dickel/Comunidade FM
  • Imagens: Internet

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!