Agora: Comunidade Chimarreando Com: Rosana Dallagnol Agora: Comunidade Chimarreando Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Usina Passo Fundo e Defesa Civil iniciam preparativos para treinamento simulado de evacuação nas zonas de autossalvamento

Data da Noticia 07/06/2024

A Usina Hidrelétrica Passo Fundo inicia, nos próximos dias, a última etapa das suas ações preventivas nas áreas de segurança operacional. Com apoio da Defesa Civil, a Usina irá realizar encontros para informar e preparar as comunidades diretamente impactadas pelo treinamento simulado de evacuação, que será realizado no dia 29 de junho de 2024.

Dois encontros irão envolver moradores de Entre Rios do Sul, Trindade do Sul e São Valentim. A primeira, no Centro de Cultura de Entre Rios do Sul, no dia 10 de junho. No dia 11 de junho, os moradores da Vila União, comunidade do interior de Entre Rios do Sul, se reúnem no salão comunitário. Os representantes da Usina irão detalhar todas as etapas do simulado e dialogar com a comunidade sobre os preparativos para o dia do exercício, membros das Defesas Civis, do Corpo de Bombeiros e Brigada Militar também estarão presentes.

 

Reuniões de preparação para exercício simulado:

10/06 (segunda-feira) - 19h

Local: Entre Rios do Sul - Centro de Cultura

 

11/06 (terça-feira)  19h

Local: Vila União – Salão Comunitário

 

Usina está totalmente segura

O exercício de simulado, que irá ocorrer em 29 de junho, integra um conjunto de medidas preventivas que garantem a segurança da população local. As atividades estão previstas para o atendimento da Política Nacional de Proteção e Defesa Civil – PNDEC (Lei 12.608/2012) e a Política Nacional de Segurança de Barragens (Leis nº 12.334/2010 e nº 14.066/2020).

“A realização do simulado não tem relação com o alto volume de chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul. As reuniões marcam a etapa final de um processo que começou há dois anos, com o cadastramento dos moradores localizados a jusante da Usina, passando pela etapa de instalação da sinalização das rotas de fuga e alertas sonoros. O simulado deve ocorrer a cada três anos e todos os moradores serão avisados antecipadamente sobre data e horário previsto”, comenta Livia Santos, gerente da Usina Hidrelétrica Passo Fundo.

As iniciativas possuem caráter preventivo e a Usina e suas barragens, assim como suas estruturas, atendem plenamente aos requisitos de segurança, não oferecendo nenhum risco à comunidade. Em caso de dúvidas ou esclarecimentos, a população poderá entrar em contato com a Defesa Civil de seu município.

 

Sobre a ENGIE

A ENGIE é referência mundial em energia de baixo carbono e serviços. Com seus 97.000 colaboradores, clientes, parceiros e stakeholders, o Grupo está comprometido em acelerar a transição para um mundo neutro em carbono, através do consumo reduzido de energia e soluções mais sustentáveis. Inspirada em seu propósito, a ENGIE concilia performance com um impacto positivo sobre as pessoas e o planeta se apoiando em suas atividades chave (gás, energia renovável e serviços) para oferecer soluções competitivas aos seus clientes.

No Brasil, a ENGIE, empresa líder em energia renovável do país, atua em geração, comercialização e transmissão de energia elétrica, transporte de gás e soluções energéticas. Com capacidade instalada própria de cerca de 10,5 GW em 100 usinas, o que representa cerca de 6% da capacidade nacional, a empresa possui 100% de sua capacidade instalada proveniente de fontes renováveis e com baixas emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE), como usinas hidrelétricas, eólicas, solares e a biomassa. 

A ENGIE está presente na B3 por meio de sua empresa de geração e comercialização de energia cujo ticker é o EGIE3. Na B3, a ENGIE integra o Novo Mercado, além de ser uma das únicas companhias listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial desde o início do ISE, em 2005. Em 2021, a B3 incluiu os papeis da ENGIE no Índice Carbono Eficiente (ICO2), composto pelas ações das empresas participantes do IBrX 100 que possuem maior transparência em relação ao reporte das emissões dos GEE e de como estão se preparando para uma economia de baixo carbono.



Todas imagens
  • Autor: Assessoria de Comunicação
  • Imagens: Divulgação

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!