Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Vivendo na Itália - Por Yara Bergamo

Data da Noticia 11/07/2015
Saudação pessoal, sinceramente, neste momento, eu gostaria de estar aí com vocês e sentir um pouco de frio.

A Itália está enfrentando uma onda de calor africano que está nos castigando com temperaturas que chegam a 40°, um sufoco porque a umidade do ar vai a 80%.

O jeito é levantar cedinho, abrir a casa e às 9 se fecha tudo para manter uma agradável temperatura interior.

 

 

 

 

 

Aqui é tempo de férias, escolas fechadas, famílias que partem para a praia ou para a montanha.

O italiano gosta muito de ir para a montanha. Clima ótimo, sem poluição, fresco e de noite se chega a vestir um casaco de lã porque faz frio. Longas caminhadas ao alvorecer. Mesa farta com o produto local. E o que dizer dos queijos gostosos que fazem ali?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Terminado o inverno, o gado é levado para o alto da montanha, porque ali os pastos são verdes e abundantes, dando um ótimo sabor ao leite e, como consequência, aos queijos, a manteiga é uma delícia, bem amarelinha.

 

 

 

 

 

 

 

As famílias se reunem frequentemente para comer juntas, grelhados de carne e verdura, pizza, etc. Tudo acompanhado por um bom vinho. E como bons italianos, depois que comem......cantam. É muito divertido.

 

Tive oportunidade de passar algumas férias no Monte Grappa. Adorei. Fiz amizade com os alpinos, ouvi muitas histórias do tempo da guerra e cantamos as velhas canções dos soldados alpinos.

Ali pertinho tem uma montanha que se chama Cima Grappa, onde tem o ossário (cemitério) dos combatentes da Segunda Guerra. É gigante e redondo, feito de maneira que os túmulos dos soldados estejam na direção do seu país de origem. Os franceses estao voltados para a França, os austríacos para a Áustria e assim por diante. Milhares de túmulos estão sem o nome porque os soldados não foram identificados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Um local que até hoje nos causa uma forte impressão.

No Monte Grappa, se alguém lembra a canção que diz: “sei il macello della gioventù”. Quer dizer que esta montanha, nos tempos da guerra, virou como um açougue, levando a vida de milhares de jovens soldados. Quantos morreram ali defendendo a sua pátria.

Ali no Monte Grappa, tem uma caverna onde 15 soldados se esconderam mas foram descobertos pelo inimigo e queimados vivos ali dentro, um horror.

Mas voltando a um assunto mais agradável, descendo a montanha, 20km mais adiante, chegamos a Bassano del Grappa, linda cidade onde comi a polenta branca veneta.

 

 

 

 

 

 

 

Em Bassano, tem a famosa ponte de madeira construída pelos alpinos. No início da ponte, tem uma lojinha que vende uma ótima grappa local e souvenirs.

 

 

 

 

 

“Sul ponte di Bassan

Noi ci darem la man

e un bacin d'amor”.

Assim queridos amigos, termino meu artigo de hoje.

Um bom dia a todos.



Todas imagens
  • Autor: Yara Bergamo
  • Imagens: Internet

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!