Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol Agora: Show da Tarde Com: Rosana Dallagnol

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Vivendo na Itália-Por Yara Bergamo

Data da Noticia 25/06/2015
O frio italiano.

Bom dia queridos amigos. Estou acompanhando as notícias do grande frio que está castigando os gaúchos. Mas o que mais incomoda é a neblina. E quando tem estes dias frios e úmidos, tem mais é que se agasalhar bem. O inverno na Itália é muito rigoroso. Estamos habituados às baixas temperaturas e muita neve. O frio inicia em novembro, sendo mais forte nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro. 

Em Mapello chegamos a 9 graus negativos à noite. A neve mais espessa que vi aqui na cidade foi de 45 cm. Até desmanchar vai três meses, porque depois vira tudo gelo. Não muito longe daqui, a uns 100km de distância, chega a cair 1.50 m; a paisagem é maravilhosa. Dificilmente passamos o natal sem neve.

Para aguentar este frio, as casas são dotadas de calefação. Os tubos do gás passam debaixo do assoalho e assim até o chão é quentinho. Muitas casas possuem lareira. Se bem que é frio e tem neve, as pessoas levam uma vida normal. As crianças são as que mais se divertem com a chegada da neve.

No inverno, a gente usa uma camiseta de lã e algodão, um blusão de lã, uma japona forrada com pena de ganso e um bom par de jeans, assim vestidos não se sente frio. Anos atrás, se usavam muitos casacos de pele. Hoje, se vê pouco. Tenho visto senhoras idosas com estes casacos. Estão na moda casacos compridos de lã ou cachemira . As cores mais usadas são preto, cinza, marrom e vermelho. Neste inverno, se usou muito chapèu também. Dão um toque de elegância na mulher. Botas de cano alto também são muito usadas.

Os homens se defendem com pesados sobretudos de lã. Muito elegantes. Echarpe é muito usada por ambos os sexos. No inverno predominam as cores escuras. Aqui, hoje, estamos no verão, mas nas montanhas acima de 1800m, ainda cai a neve. Para ajudar a suportar o frio a gente toma il vin brule (quentão), toma sopas e come mondongo de vez em quando. Naturalmente, sempre acompanhado de um bom vinho.

Amigos, espero que o frio passe logo e que se tornem os dias ensolarados para que as pessoas possam sair e se divertir. Tenham todos um bom dia.

Sobre a autoraNatural de Viadutos RS, formada em Magistério, fez vários cursos de qualificação e tem espcialização em decoupage. É responsável pela cozinha do Restaurante Barachi da cidade de Mapello, província de Lombradia, na Itália, onde reside desde 1992. Nas horas de folga se dedica a obras sociais na sua cidade.



Todas imagens
  • Autor: Yara Bergamo
  • Imagens: Internet

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!