Agora: Panorama Geral Com: Gerson Dickel Agora: Panorama Geral Com: Gerson Dickel

Central de Recados

Envie-nos seu recado ou peça sua música aqui!
Seu nome deve conter apenas letras!

Ypiranga vence, mas Londrina ganha do Remo e tira a classificação do Canarinho

Data da Noticia 16/01/2021

O Ypiranga entrou em campo na tarde deste sábado (16) precisando vencer o Paysandu, fez o dever de casa e com o empate sem gols que se desenhava entre Remo e Londrina, ia garantindo a classificação para a Série B. Mas aos 42 minutos do jogo no Mangueirão, o zagueiro do time da casa, Gilberto Alemão, marcou contra e tirou o acesso para a Série B do Canarinho e do Paysandu.

No Colosso da Lagoa, o Canarinho venceu o Papão por 1 a 0 em um jogo equilibrado e com um segundo tempo para testar o coração dos torcedores dos dois clubes. O resultado da rodada deixou o time de Erechim com 7 pontos, na terceira colocação. O Remo, que já estava classificado, foi a 10 pontos, na primeira colocação, seguido pelo Londrina, com 9 pontos, e a última colocação ficou com o Paysandu, com sete pontos, mas saldo de gol pior que o do time de Erechim.

 

Primeiro tempo

Ypiranga iniciou com maior posse de bola e buscando o ataque. Em cinco minutos teve três escanteios.

Paysandu quando tinha a bola, tentava cadenciar o jogo. Com quase 10 minutos finalizou pela primeira vez, em um chute de fora da área que subiu muito. A partir daí o Papão conseguiu adiantar a marcação, ficar mais com a bola e avançar, enquanto o Canarinho tentava sair em velocidade.

Aos 27 minutos, o único lance perigoso do primeiro tempo. Matheus Anderson conseguiu cruzamento rasteiro, o goleiro Deivity espalmou e PH ficou com o rebote e chutou forte da entrada da área, mas a bola foi para fora. Aos 32 minutos, Nicolas invadiu a área com o domínio da bola, mas o zagueiro Reinaldo salvou antes do chute do atacante. Um minuto depois, Mateus Anderson escapou em velocidade pelo meio e finalizou da entrada da área, mas a bola foi sobre o gol.

O Ypiranga mantinha maior posse de bola, mas só conseguia ameaçar em cruzamentos na área que eram afastados pela defesa.

Enquanto isso, no Mangueirão, o Londrina conseguiu pressionar o Remo, mas o goleiro do Leão Azul impediu a abertura do placar com belas defesas e garantia o resultado paralelo que o Canarinho precisava.

 

Segundo tempo

O Ypiranga voltou para a segunda etapa disposto a abrir o placar e foi o que fez. Logo aos 2 minutos, Muriel escapou pela direita e cruzou na área. Mossoró apareceu livre, quase na marca do pênalti e sem deixar a bola cair, bateu com força, no canto e balançou as redes. O Paysandu tentou responder aos 6 minutos. Juninho cobrou falta na área e Nicolas subiu mais que todo mundo, mas cabeceou para fora. O Papão adiantou suas linhas e foi para o ataque, principalmente com cruzamentos para Nicolas, mas o Ypiranga se defendia bem e tentava sair em contra-ataque.

No Mangueirão, o resultado paralelo necessário para o Canarinho também seguia garantido e, ao contrário do primeiro tempo, era o Remo que mandava no jogo, com duas bolas na trave.

Uma grande chance para o Ypiranga ampliar surgiu aos 31 minutos. Cristiano invadiu a área pela esquerda e rolou para Revson, na entrada da área. Ele mandou uma bomba e a bola balançou o travessão.

Aos 36 minutos, o Paysandu reforçou o ataque nas substituições, foi para o tudo ou nada e o jogo ficou aberto. E aos 41 minutos o goleiro Paulo Ricardo operou um milagre para impedir que o Canarinho matasse o jogo. Cristino cruzou para Tárik apareceu sozinho na área e bateu forte, de primeira. Paulo Ricardo conseguiu espalmar.

No lance seguinte, o balde de água fria. No Mangueirão, o Londrina cruzou para a área, o goleiro do Remo não achou nada na saída, Samuel Gomes ficou com a sobra e chutou para o meio, ela bateu no zagueiro do Remo e foi para dentro do gol.

No apito final, o time de Erechim correu para a comemoração, mas foi informado sobre a vitória do Londrina, o que deixou um clima de desolação para as duas equipes no Colosso da Lagoa.



Todas imagens
  • Autor: Jornal Bom Dia - por Alan Dias
  • Imagens: Giramundos.Futebol

Todo o conteúdo desta coluna é de total responsabilidade de seu autor(a)/publicador(a)!